329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA

Sintomas / 36 posts encontrados

Hiperosmolaridade do filme lacrimal e Olho Seco – TearLab

Com o desenvolvimento do sistema de osmolaridade com o TearLab é possível disponibilizar-se um pequeno laboratório no consultório ou clínica, permitindo apenas em alguns segundos, identificar um dos mecanismos principais do Síndroma de Olho Seco: a hiperosmolaridade.

A importância do Rastreio da Ambliopia na idade pré-escolar

A ambliopia é uma diminuição da acuidade visual uni ou bilateral, causada pela privação da visão e/ou uma interação binocular anormal. É aceite e proposto por todos os oftalmologistas pediátricos que as crianças devem ser rastreadas a primeira vez durante o primeiro ano de vida, e posteriormente aos 3 anos, e mais tarde aos 5/6 anos de idade antes da entrada para o Ensino Básico.

Perguntas e Respostas essenciais sobre a Síndrome do Olho Seco

Neste artigo apresento uma lista de perguntas comuns sobre a Síndrome do Olho Seco, assim como as respectivas respostas, de modo a esclarecer as principais dúvidas sobre uma doença ocular cada vez mais presente no quotidiano dos portugueses.

Fadiga visual digital é um dos riscos laborais mais frequentes do século XXI

A fadiga visual digital é um problema que afeta sete em cada 10 portugueses, devido à crescente utilização de dispositivos digitais, constituindo um dos riscos laborais mais frequentes do século XXI. Esta síndrome começou a ser diagnosticada quando os computadores pessoais se tornaram mais comuns.

Causas e Factores de Risco da doença ocular Olho Seco

O Olho Seco é uma alteração em que o olho produz lágrimas em quantidade insuficiente e/ou de má qualidade. A lágrima destina-se a humidificar e lubrificar a superfície do olho. Forma uma película que recobre o globo ocular e a face interna das pálpebras, para que estas durante o pestanejo passem suavemente sobre o olho sem o arranhar ou danificar, funcionando como o óleo de uma máquina.

Já ouviu falar de Degenerescência Macular Relacionada com a Idade?

A Degenerescência Macular Relacionada com a Idade (DMRI) é uma doença que atinge principalmente as pessoas com mais de 60 anos de idade, que resulta do “envelhecimento” da mácula, a zona mais sensível e nobre da retina. Com a alteração da visão central o doente passa a ter dificuldade em ler, escrever, reconhecer as faces, ver televisão, entre outras tarefas.

O que é a Retinopatia Diabética? E como é o tratamento?

A Retinopatia Diabética é uma complicação da Diabetes, muito ligada a valores elevados da glicemia e suas oscilações. Nesta patologia existem alterações vasculares que também afetam os vasos retinianos e, dependendo da sua gravidade, podem levar a uma diminuição da acuidade visual ou mesmo à cegueira.

Aprenda tudo o que precisa saber sobre o Glaucoma

O glaucoma é uma patologia que atinge o nervo óptico, estrutura fundamental para a transmissão dos estímulos visuais ao cérebro. Na maioria dos casos o glaucoma surge associado a uma elevação da pressão intra-ocular e/ou uma alteração circulatória do nervo óptico.

Descubra tudo o que precisa saber sobre a Conjuntivite

A Conjuntivite é sem dúvida uma das mais frequentes doenças oculares. Porém, muitas pessoas desconhecem não apenas o que é, mas também quais são as causas e consequências que advêm deste problema de saúde. Vamos então tentar explicar neste artigo de forma concisa o que é a Conjuntivite.

Xantomas ou Xantelasmas: descubra os tipos e causas desta doença

Estamos perante um xantoma quando encontramos um material gorduroso, com tom amarelado e rico em colesterol nos tendões ou na pele. A doença está muitas vezes associada a problemas no sistema endócrino e pode aparecer nas pálpebras. Quando assim é, dizemos que se trata de um xantoma ou xantelasma palpebral.