329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA

Ainda não sabe o que é miopia? Descubra agora neste post!

Home Clinsborges

A Miopia é um erro de refração caracterizado pela dificuldade de ver objetos que estão a uma certa distância. Habitualmente, as pessoas míopes têm maior facilidade para verem os objetos que estão próximos, enquanto as coisas que estão mais afastadas podem aparecer desfocadas. Esta é aliás uma das doenças oculares mais comuns, atingindo em média 22% da população mundial.

A miopia é bastante comum na infância, podendo por isso também estar relacionada com o baixo rendimento escolar. Por essa mesma razão, é essencial que todas as crianças realizem o seu primeiro exame oftalmológico antes de entrarem para a escola, idealmente antes dos 5 anos de idade.

A miopia é não raras vezes hereditária podendo estar associada a uma história familiar positiva. Outra causa comum é constatar que o míope vê televisão muito perto e/ou passa muitas horas em frente ao ecrã de computador. Portanto, convém estar atento aos sinais, como dores de cabeça habituais, aproximação dos objetos para conseguir ver, ou a fadiga resultante de esforçar os olhos, entre outros, para identificar antecipadamente a situação.

Uma coisa é certa: no caso de você ou seu filho ter miopia, ela não irá desaparecer sem recurso a qualquer tipo de tratamento. Como doença ocular evolutiva, a miopia pode aumentar com o decorrer dos anos, normalmente acontecendo essa evolução até os 21 anos.

Como funciona o olho de um míope?

Existem 2 fatores anatómicos característicos da miopia:

1 – Aumento do comprimento do globo ocular.

2 – Córnea acentuadamente encurvada.

São aliás estas duas condicionantes no formato no olho que provocam a miopia e a dificuldade em ver objetos distantes com nitidez. Isto acontece porque os raios luminosos não chegam até a retina, formando o foco antes de a alcançar. Por outro lado, quando a imagem se foca atrás da retina, então a doença ocular chama-se hipermetropia.

Existem diversos sintomas que indicam que uma pessoa pode sofrer de miopia como as seguintes:

Visão turva, distorcida ou desfocada ao longe

Olhos cansados

Pestanejar frequente

Dor de cabeça ou sensação de cabeça pesada

Necessidade de semicerrar os olhos para conseguir ver melhor

Dificuldade a conduzir, sobretudo à noite

Dificuldade em ver as legendas na televisão

Necessidade instintiva de aproximar os objetos para mais perto

Qual é o tratamento da miopia?

Deverá ser o oftalmologista a indicar qual o melhor tratamento para cada caso. Mas genericamente existem 3 maneiras de tratar a miopia.

Óculos: esta solução impõe limitações no exercício de atividades profissionais e desportivas, assim como ainda reduz o campo visual e os reflexos da pessoa míope.

Lentes de contato: constituem uma solução muito boa para a miopia, mas também é verdade que podem causar intolerâncias, além de requererem mais cuidados para a sua correta manipulação.

Cirurgias com laser: esta é a solução perfeita para o paciente que quer ter independência dos óculos e lentes de contato a nível definitivo. Cada cirurgia é executada de forma personalizada, moderna e segura. Para a correção de miopia habitualmente é utilizado o laser de alta precisão, que consiste num procedimento rápido e indolor, sempre com anestesia local através da aplicação de colírios. A cirurgia LASIK é muito eficaz, mas o seu limite não ultrapassa geralmente as 6 dioptrias de equivalente esférico.

Cirurgia com Lente Intra-ocular: nos casos em que a anatomia do globo ocular o permite e a presença de um número de células endoteliais é superior a 2000/mm2, é possível corrigir erros refrativos que podem ir até 20 dioptrias, com bons resultados refrativos e visuais.

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *