329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA

Confira agora 5 doenças que podem causar cegueira

Dados da Organização Mundial de Saúde concluíram que cerca de 60% a 80% dos casos de cegueira em todo o mundo poderiam ter sido evitados com o devido tratamento. Prevenir é a palavra de ordem quando falamos de saúde ocular: a deteção precoce do problema é fundamental para que as situações não se tornem extremas e irreversíveis. Neste post juntamos por isso uma lista de doenças que podem levar à cegueira.

Dados da Organização Mundial de Saúde concluíram que cerca de 60% a 80% dos casos de cegueira em todo o mundo poderiam ter sido evitados com o devido tratamento.

No que diz respeito à distribuição da cegueira, os países em desenvolvimento são ainda os mais afetados, mas ainda existe uma falta de sensibilização para a importância da oftalmologia e da ida regular a consultas oftalmológicas. Nesta sequência é ainda comum que muitos problemas oculares sejam detetados tardiamente.

Prevenir é a palavra de ordem quando falamos de saúde ocular: a deteção precoce do problema é fundamental para que as situações não se tornem extremas e irreversíveis. Neste post juntamos por isso uma lista de doenças que podem levar à cegueira.

Cataratas

Embora possam surgir em qualquer idade, os casos de cegueira são mais frequentes em pessoas com idade superior a 50 anos. Em causa está o mal funcionamento do cristalino, uma espécie de lente atrás da pupila que permite a passagem de luz para a retina.

Idade avançada, algumas doenças oculares e sistémicas, medicamentos como os corticosteróides, entre outras causas, podem deixar o cristalino gradualmente mais opaco formando uma barreira à passagem da luz, resultando em redução da visão e até mesmo cegueira.

Retinopatia diabética

A diabetes é uma doença com grandes implicações no sistema ocular. Se não for controlada, pode despoletar uma série de problemas, como é o caso da retinopatia diabética. A doença é causada pelo aumento dos níveis de glicose no sangue que fazem com que os vasos da retina sejam afetados ao ponto de causar lesões devido a proliferação destes e hemorragias.

A doença é perigosa pela sua progressão lenta: nos estádios iniciais, pode inclusive não apresentar sintomas. A visão pode comprometer-se devido a inchaço/edema na região da mácula e a hemorragias na retina.

Glaucoma

O glaucoma está entre as três principais causas de cegueira, estimando-se que afeta a visão em uma de cada sete pessoas que sofrem do problema. Trata-se de uma perturbação na dinâmica dos fluídos intraoculares que se acumulam no olho. O resultado é o aumento da pressão ocular que, se não for corrigido, pode levar à perda gradual do campo de visão e por fim da própria visão.

É doença sem sintomas na grande maioria dos casos, mas visão turva, dor, visão de pontos negros e pupilas dilatadas são alguns dos sintomas a que se deve estar alerta.

Degenerescência macular relacionada com a idade (DMRI)

A degenerescência macular relacionada com a idade (DMRI) afeta sobretudo pessoas com idade superior a 50 anos. Devido ao envelhecimento, surgem lesões na mácula, a zona central da retina responsável pela leitura e pela visão das cores.

Como consequência, a visão começa a ficar baça e os doentes começam a ver os objetos deformados ou uma mancha escura no centro de tudo para o que olham. Dependendo do tipo de DMRI, os efeitos podem ser graduais ou rápidos.

Descolamento da retina

A camada mais interna que reveste a parede ocular, formada por fibras nervosas, é a retina. Ela tem função importante no sistema ocular, pois é responsável pela criação da imagem que depois é transportada para o cérebro. Se houver um descolamento da parede do olho, a retina pode ficar completamente inutilizada.

O descolamento pode ser o resultado de algum trauma ocular ou ocorrer espontaneamente. O tratamento imediato é fundamental para evitar sequelas. Os sintomas mais comuns são a visão de “moscas volantes”, percepção de faíscas, visão turva ou perda completa de visão.

Doenças infeciosas

Algumas doenças infeciosas podem também estar por detrás de cenários em que há perda de visão, entre elas: toxoplasmose, tuberculose, sífilis, toxocaríase e infecções em pessoas com HIV podem conduzir à cegueira.

 

 

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *