329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA
covid 19 oftalmologia salgado borges 1

Revista LookVision Portugal – De olhos postos no Covid 19

Home Clinsborges
 

Venho partilhar consigo o recente artigo de opinião publicado na revista Lookvision Portugal.

Quer saber como pode proteger a sua visão durante a pandemia?

Neste artigo, irá descobrir todos os cuidados a ter com os olhos e, sobretudo como desinfetar corretamente os ecrãs dos seus aparelhos digitais.

 

Os vírus sempre foram uma ameaça à saúde pública. O que tem este vírus de diferente?

Qual o papel da oftalmologia no combate ao novo coronavírus?

 

Foram várias as epidemias que marcaram a história da humanidade. Segundo muitos epidemiologistas, durante os próximos tempos não vamos escapar a vírus, bactérias e outros microrganismos.

Estudos médicos, como o do Journal of Medical Virology, assinalam que o contacto com a lágrima e a superfície externa do olho são potenciais vias de contágio.

O Covid 19 dispensa apresentações. Dia após dia aprendemos mais sobre ele. Mas nunca é demais reforçar o perigo que representa!

Antes de falarmos sobre o caos que este vírus instalou na nossa economia e sociedade e, de assinalarmos a importância dos cuidados oftalmológicos para o combate à pandemia é indispensável recordar que este é um grande desafio global para a humanidade.

A velocidade de propagação abrupta despoletou um número exponencial de casos suspeitos de infeção e morte pelo novo coronavírus no mundo.

Vivemos tempos incertos à espera que as notícias anunciem a tão desejada vacina. Contudo, esta realidade parece cada vez mais distante, o que acaba por desencadear ansiedade em muitos e desespero noutros.

Acredito que esta doença veio testar a nossa capacidade de resposta e união como nação, já que este é o inimigo comum.

Para evitar o avanço do contágio e a rutura dos serviços de saúde foram aplicadas medidas de prevenção e de etiqueta respiratória.

Mesmo tendo sido feitas inúmeras comparações entre Portugal e outros países como Itália e Macau e, de sabermos de antemão que muitos doentes eram assintomáticos e, até os um dos principais portadores do vírus, assistimos de perto a alguma resistência às medidas de prevenção.

Como é de conhecimento público, a evolução dos casos de infeção e morte por Covid 19 exigiu a adoção de medidas extremas para impedir o crescimento descontrolado da magnitude do problema. Assim, foram justificadas a suspensão de muitas atividades empresariais, o isolamento social e a quarentena.

A única vacina disponível é a informação! E, só com a colaboração de todos os cidadãos é possível conter o avanço da infeção.

Podemos sim regressar à normalidade e salvar muitas vidas se todos agirmos com prudência e, respeitarmos com rigor todas as medidas preventivas contra o surto epidemiológico.

Enquanto médico oftalmológico apelo mais uma vez que todos podemos ser agentes de saúde pública e, temos a responsabilidade e o dever cívico de zelar pela segurança de todos e, em particular pelos grupos de risco.

covid 19 oftalmologia salgado borges 2

É urgente reforçar que atravessamos uma fase que exige prudência e não alarmismo, de ciência e de factos.

Estamos exaustos de saber que a doença silenciosa se transmite por contacto físico, superfícies e objetos contaminados.

As gotículas libertadas pelo nariz ou boca quando tosse ou espirra podem contaminar quem estiver próximo de si. Por isso, é premente reforçar os cuidados básicos de higienização como lavar frequentemente as mãos e usar sistematicamente uma máscara.

Podemos reduzir a exposição e transmissão da doença ao cumprir a distância de segurança e restringindo as deslocações ao estritamente necessário.   

covid 19 oftalmologia salgado borges 3

Também os médicos oftalmológicos estão na linha da frente para o combate ao vírus. Os olhos são potenciais fontes de transmissão!

Mesmo dentro da nossa casa, o perigo assombra familiares que convivem com doentes em isolamento domiciliar. De todas as precauções com a higiene, uma das grandes apreensões é relativa ao uso de aparelhos digitais e, em particular o telemóvel.

Agora que passamos mais tempo online e, em constante contacto com o telemóvel é crucial redobrar os cuidados com a visão. A missão, enquanto especialista em doenças oculares, é a de alertar para os riscos associados ao Covid 19.

covid 19 oftalmologia salgado borges 4

A doença do Olho Seco tem cada vez mais incidência, por isso é essencial reconhecer os principais sintomas de fadiga visual digital, como olhos vermelhos e secos. A maioria desconhece como o uso excessivo de aparelhos digitais pode comprometer seriamente a qualidade de visão.

A secura ocular deve-se à diminuição do pestanejo durante o período em que os olhos são expostos aos ecrãs e, resulta em alterações na película lacrimal normal.

A adoção de uma postura correta durante a utilização destes aparelhos e o uso de lágrimas artificiais são importantes. Mas, o ideal é respeitar a regra dos 20-20-20!

Após 20 minutos em frente ao ecrã deve parar e focar um objetivo localizado a 20 metros e, pestanejar durante 20 segundos.

É normal que durante o período de isolamento social despenda mais tempo nos aparelhos digitais, mas a curto prazo estes podem ser aliados do vírus!

Todos fomos alertados que o vírus pode resistir durante horas e, inclusive dias, em diversas superfícies.

Se nalguma circunstância, não tiver um lenço de papel e tossir ou espirar deve cobrir a boca e o nariz com o braço ou antebraço, para evitar contacto direto com superfícies contaminadas. Nestas situações, o uso de máscara é muito importante.

Mesmo que não se aperceba toca diversas vezes no rosto por dia. Muito facilmente colocamos o telemóvel em contacto com alguma superfície contaminada e, de seguida, aproximamos do rosto ou da boca para realizar uma chamada.

São estes hábitos que fazem do telemóvel um potencial veículo de transmissão e, como tal, devemos ter a precaução de o desinfetar, de modo adequado e frequente.

covid 19 oftalmologia salgado borges 5

A correta desinfeção dos ecrãs é fundamental para garantir a segurança de todos, uma vez que existe a tendência de partilhar objetos ou mesmo permitir que outras pessoas toquem no nosso telemóvel.

Recomendo que desligue o telemóvel e, em vez de pensar em aplicar qualquer substância, recorra a um pano húmido ou a álcool isopropílico.

Naturalmente, quem usa óculos ou lentes de contacto corre um maior risco de contrair o vírus! Para minimizar o perigo de infeção por Covid 19 deve deixar de esfregar os olhos.

 Se sentir desconforto nos olhos ou precisar de ajustar os óculos deve ter a precaução de usar um lenço de papel, em vez da mão ou dedos.

Os usuários de lentes de contacto devem utilizá-las o menos tempo possível e aumentar os cuidados com a sua desinfeção. Tenha o cuidado de lavar as mãos com frequência antes de retirar ou colocar as lentes.

Os óculos devem ser lavados com água e sabão várias vezes ao dia e, limpos com a microfibra para não danificar a armação ou mesmo a lente.

Tenha ainda a precaução de desinfetar todas as superfícies onde decidir colocar o estojo das lentes ou os óculos.

Em coerência com o estado crítico atual e, visando a redução do contágio, muitas foram as clínicas oftalmológicas que encerraram.

Decerto, não imaginaríamos que este vírus iria gerar tamanho impacto em todos os setores de negócio. Esta crise que vivemos incentivou muitas empresas a encarar a tecnologia como um grande aliado no combate à pandemia.

A transformação digital exigiu mais disciplina e uma mudança de paradigma na performance de muitos funcionários e empresas.

A terapia online, o Home office e o ensino à distância fazem agora parte das nossas rotinas.

Ainda assistimos a uma revolução silenciosa no campo da telemedicina.

As plataformas e ferramentas digitais viabilizaram continuar a atender todas as necessidades médicas e terapêuticas dos pacientes.

As origens da telemedicina remontam à Grécia Antiga, porém esta crise veio reforçar a importância desta técnica para o futuro da saúde.

A telemedicina é a solução que desafia todas as barreiras físicas e dá resposta aos desafios atuais e, à consequente procura por serviços de assistência médica.

Precisamente por lidarmos com uma doença respiratória os cuidados oftalmológicos são nestes tempos imprescindíveis!

Quem for infetado com o novo coronavírus pode revelar sintomas oculares.

Assinalo que a conjuntivite é uma inflamação da membrana que cobre todo o globo ocular. E, para o nosso azar, manifesta-se através de olhos irritados, vermelhos e lacrimejantes.

Nunca foi tão premente ter acesso a informação transparente e esclarecedora!

A conjuntivite viral pode ser uma das primeiras manifestações do vírus, podendo revelar infeções respiratórias das vias aéreas superiores.

A Clínica oftalmológica Clinsborges está, por isso, apta a realizar teleconsultas e telemonitoramento para consultas de rotina e de urgência oftalmológica.

covid 19 oftalmologia salgado borges 7

Continuamos a analisar o quadro clínico e a orientar os pacientes para o tratamento oftalmológico adequado.

As ferramentas digitais já permitem enviar uma simples prescrição de medicamento ou óculos e, avaliar a evolução dos sintomas dos pacientes.

As teleconsultas que disponibilizamos são gratuitas, mas requerem marcação prévia obrigatória.

Por fim, o meu último apelo é que consigamos abstrairmo-nos do filme apocalíptico que enfrentamos e, que todas as nossas energias sejam canalizadas em força e união para vencermos mais uma grande batalha.

Lutamos todos pela mesma causa.

Acredito que esta será mais uma dura batalha que a humanidade vai vencer.

Mas, mais do que nunca, precisamos da ajuda de todos!

Covid estamos de olho em ti!

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *