329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA

Ainda não sabe o que é a doença ocular Queratocone?

O Queratocone é uma doença não-inflamatória do olho que pode causar distorção da visão, com múltiplas imagens, raios e aumento da sensibilidade à luz.

Home Clinsborges

O Queratocone é uma doença não-inflamatória do olho no qual as mudanças estruturais da córnea tornam-na mais fina e modificam-na para um formato mais cónico (ectasia) do que a sua curva gradual normal.

Esta doença ocular pode causar distorção da visão, com múltiplas imagens, raios e aumento da sensibilidade à luz frequentemente relatados pelos pacientes.

O Queratocone (também conhecido como ceratocone) é a distrofia mais comum da córnea, afectando uma em cada mil pessoas em todo o mundo, embora alguns grupos étnicos apresentem uma prevalência maior do que outros.

Geralmente é diagnosticado em pacientes adolescentes e apresenta seu estado mais grave na segunda e terceira década da vida. Habitualmente, a evolução do Queratocone é quase sempre progressiva com o aumento do astigmatismo, sendo porém possível suspender essa evolução em certos casos.

De facto, esta doença apresenta na sua fase inicial sintomas semelhantes a um astigmatismo irregular, motivando o paciente a alterar com frequência o grau do astigmatismo. O diagnóstico definitivo desta patologia é realizado tendo em conta as características clínicas e com exames objetivos como a topográfica corneana e a paquimetria ultrassônica.

Nos últimos 15 anos o diagnóstico e tratamento evoluíram muitíssimo devido ao desenvolvimento de novas tecnologias relacionadas com Cirurgia Refractiva. Destacam-se a tomografia, a biomecânica de córnea e o laser de fentosegundo.

Tratamento do Queratocone

Até há bem poucos anos a terapêutica do Queratocone limitava-se ao uso de óculos, lentes de contacto ou, nos casos mais avançados, o recurso ao transplante penetrante da córnea.

Atualmente, existem outras opções tais como os implantes de segmentos de anéis intra-estromais, como os anéis de Ferrara ou os Intacs, o fortalecimento das fibras de colágeno através do crosslinking ou o recurso aos transplantes lamelares da córnea.

Temos hoje, de acordo com o grau de evolução do Queratocone, todas estas opções para oferecer aos nossos doentes na clínica oftalmológica Clinsborges.

No que diz respeito às lentes de contacto conseguimos atualmente, através do recurso às lentes esclerais, obter resultados visuais excelentes, tanto nos Queratocones pré-cirúrgicos, como também em córneas muito irregulares após a implantação de anéis ou mesmo em doentes submetidos a transplantes da córnea.


Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *