329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA

O que é conjuntivite bacteriana? E qual o tratamento?

Home Clinsborges
 

A conjuntivite bacteriana consiste numa infecção que afecta a camada externa do olho, sendo possível a sua ocorrência em qualquer grupo etário. Contudo, é um facto que atinge com maior frequência as crianças do que os adultos. 

Sendo uma doença ocular muito contagiosa, a conjuntivite bacteriana deve ser encarada com especiais precauções de modo a não espalhar a infecção. 

Existem diversos sintomas, como vermelhidão do olho, secreção ocular espessa, sensação de ardor, comichão e dor no olho afectado, que devem ser tidos em conta por qualquer pessoa que sinta estes efeitos. Inclusivamente é comum as pálpebras ficarem inchadas e pegajosas. 

Outro factor importante de referir é que a conjuntivite bacteriana é o tipo mais comum de conjuntivite, surgindo com frequência nas crianças, numa proporção de aproximadamente 1 em cada 10 crianças por ano. 

Conforme já referi é altamente contagiosa e estende-se com maior facilidade em ambientes fechados como escolas, creches e transportes públicos. 

Normalmente, a conjuntivite bacteriana é identificada pelo aparecimento de uma secreção amarelada e abundante. Mas os sintomas mais comuns como referi são vermelhidão do olho, a tal secreção espessa, branco-amarelada, sensação de ardor, comichão ou dor no olho afetado.

De referir que muitas vezes a conjuntivite bacteriana inicia-se num olho e depois passa para o outro, acabando por infectar ambos os olhos. No caso de as pálpebras ficarem coladas de manhã é essencial uma lavagem suave para retirar a crosta do corrimento acumulado durante a noite. Pode também ocorrer inchaço da pálpebra e dos gânglios linfáticos perto da orelha (mais comum, contudo na conjuntivite vírica).

Não raras vezes a conjuntivite bacteriana é confundida com a conjuntivite vírica, cuja secreção é mais transparente, sendo também associada frequentemente a sintomas de infeção respiratória alta.

Existem várias medidas que deve ter em conta para evitar a propagação desta doença ocular:

Lavagem das mãos e da cara com frequência

Deve evitar coçar os olhos

Não partilhar lençóis, toalhas, almofadas e outros objetos de uso pessoal

Evitar piscinas

 

Tratamento da conjuntivite bacteriana

Habitualmente, o tratamento é realizado com recurso a antibióticos, que removem a infecção e assim evitam também o contágio para membros da família ou pessoas próximas.

Em média, o tratamento é eficaz no prazo de 5 a 7 dias. A maior parte dos pacientes consegue recuperar bem, mas vale a pena realçar que os recém-nascidos e pessoas com infecções graves podem ter outro tipo de problemas quando contraem uma conjuntivite bacteriana.

Pode acontecer que a conjuntivite bacteriana seja debelada sem qualquer tratamento, mas o mais habitual é a prescrição de colírio antibiótico como forma de tratamento e prevenção da propagação da infecção.

Share this article

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *