329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA

Sintomas / 45 posts encontrados

Estrabismo divergente: causas e perigos para o paciente

Também conhecido como exotropia, o estrabismo divergente é um tipo de estrabismo em que um olho mantém a fixação, enquanto o outro se desvia para fora na direção oposta ao nariz. Como consequência surgem frequentemente situações de diplopia ou visão dupla, em que o objeto focado parece duplicar-se numa espécie de ilusão de ótica.

Síndrome do olho vermelho: sintomas, causas e tratamentos

Já ouviu falar da síndrome do olho vermelho? De forma simples, podemos descrevê-la como uma vermelhidão ocular aguda provocada por substâncias irritantes ou corpos estranhos, vírus, bactérias ou aumento da pressão do olho, que se instalam e provocam sintomas de ardor, prurido, irritação intensa, lacrimejo e algumas vezes mesmo dor, sensibilidade à luz e visão turva.

Entenda agora os sintomas da conjuntivite alérgica

A conjuntivite alérgica é um problema que surge na sequência da exposição direta ao alérgeno, ou seja, à substância causadora da alergia. Trata-se de uma reação de hipersensibilidade de tipo 1 com tendência a aparecer nas mudanças de estação, embora estas não sejam as únicas alturas do ano em que a reação pode ocorrer. Saiba mais neste artigo.

Presbiopia: quais as causas e sintomas do problema?

Embora seja muitas vezes descrita como “vista cansada”, a presbiopia não é mais é do que a condição natural do comprometimento da visão na sequência do envelhecimento natural do ser humano. Os primeiros sintomas manifestam-se normalmente por volta dos 40 a 45 anos, altura em que é aconselhável uma consulta ao oftalmologista.

Estrabismo em crianças: tudo o que precisa de saber

Normalmente descrito como a perda do paralelismo entre os olhos, o estrabismo resulta de um desequilíbrio na coordenação dos músculos oculares que são incapazes de coordenar em simultâneo a deslocação de ambos os olhos. No estrabismo em crianças, é importante que os pais estejam atentos para identificar os primeiros sintomas e fazer o correto acompanhamento junto de um oftalmologista especializado.

Visão subnormal ou baixa visão: existem vários níveis de cegueira?

Clinicamente, utilizam-se os termos visão subnormal ou baixa visão quando existe um comprometimento não corrigível da função visual que torna impossível a realização de tarefas do dia-a-dia, mesmo quando já foram usados recursos como óculos, lentes ou até mesmo implantes intra-oculares.

Tem um hordéolo ou terçol no olho? Saiba que cuidados deve adotar!

Incomodativo, o hordéolo ou terçol é um problema comum e de tratamento rápido. Apesar de não ser preocupante, pode ter um impacto estético elevado, resultando no inchaço da pálpebra muitas vezes doloroso. Mas, afinal, como é que surgem os hordéolos?

Sente a vista cansada? Esteja atento a estes sintomas!

Presbiopia, fadiga ocular, fadiga visual ou simplesmente vista cansada. Estes são alguns dos termos que usamos normalmente para designar a sensação de irritação nos olhos que tende a aumentar em situações de esforço, como a leitura ou exposição prolongada a ecrãs de dispositivos digitais (computadores, telemóveis ou tablets).

Qual a diferença entre conjuntivite vírica, bacteriana e alérgica?

Tão comum quanto incomodativa, a conjuntivite é uma doença oftalmológica que resulta da inflamação ou infecção do tecido que reveste a parte branca do olho (esclerótica) e a parte posterior das pálpebras. Comichão, ardor, sensação de areia nos olhos, inchaço das pálpebras e vermelhidão são os sinais e sintomas mais comuns que se manifestam igualmente nas 3 variáveis da doença: conjuntivite viral, bacteriana e alérgica.

Quais são as diferenças entre miopia e astigmatismo?

A miopia e o astigmatismo são dois dos problemas de visão mais comuns e podem ser o resultado de vários fatores. Ambos podem já existir no momento do nascimento, mas na maioria dos casos são o resultado do desenvolvimento do próprio organismo. No entanto, o que é que distingue a miopia e o astigmatismo?