329-logo-blog-sticky
  • ATIVIDADE ACADÉMICA
    VER PÁGINA

Diagnósticos / 51 posts encontrados

Ptose palpebral: entenda a doença das pálpebras caídas

É conhecida como a doença das pálpebras caídas e tem sido alvo da atenção dos cirurgiões estéticos. Na maioria dos casos, a ptose palpebral tem apenas implicações visuais, mas há situações em que o problema pode comprometer a visão ou ser sinal de doença neurológica. Conheça as suas causas e o seu tratamento.

Não sabe se Herpes Ocular é contagioso? Descubra agora!

Ainda que não seja tão conhecido como o herpes labial, o herpes ocular é uma infeção do olho que afeta um grande número de pessoas em todo o mundo. Na origem de ambos os herpes está normalmente o vírus tipo 1, mas a verdade é que o herpes ocular pode também ser causado pelo herpes tipo 2 (responsável pelo herpes genital).

Sente dor nos olhos? Descubra quais podem ser as causas!

Tal como o cansaço ou a dor de cabeça, também as dores nos olhos são um sintoma que se pode manifestar em várias situações. Nos casos mais simples, pode tratar-se simplesmente de um alerta, mas em situações mais complicadas, a dor nos olhos pode ser um sinal de que é hora de consultar um oftalmologista.

O que é pterígio e como evitar esta doença ocular?

Muitas vezes descrito como um “pedaço de carne” que cresceu no olho, o pterígio resulta da degeneração da conjuntiva que, ao crescer em direção à pupila, acaba por ocupar parte significativa da córnea. Por não ser infecioso nem transmissível, o pterígio não é um problema grave. Todavia, a lesão tem tendência a aumentar à medida que os anos vão passando.

O que é o retinoblastoma? Descubra agora neste artigo!

Com origem numa mutação congénita, o retinoblastoma é um tumor maligno que afeta a retina. O problema surge devido ao desenvolvimento rápido dos retinoblastos, as células responsáveis pelos fotorreceptores e cuja função é captar a luz que é depois transportada para o cérebro humano.

Estrabismo divergente: causas e perigos para o paciente

Também conhecido como exotropia, o estrabismo divergente é um tipo de estrabismo em que um olho mantém a fixação, enquanto o outro se desvia para fora na direção oposta ao nariz. Como consequência surgem frequentemente situações de diplopia ou visão dupla, em que o objeto focado parece duplicar-se numa espécie de ilusão de ótica.

Síndrome do olho vermelho: sintomas, causas e tratamentos

Já ouviu falar da síndrome do olho vermelho? De forma simples, podemos descrevê-la como uma vermelhidão ocular aguda provocada por substâncias irritantes ou corpos estranhos, vírus, bactérias ou aumento da pressão do olho, que se instalam e provocam sintomas de ardor, prurido, irritação intensa, lacrimejo e algumas vezes mesmo dor, sensibilidade à luz e visão turva.

Presbiopia: quais as causas e sintomas do problema?

Embora seja muitas vezes descrita como “vista cansada”, a presbiopia não é mais é do que a condição natural do comprometimento da visão na sequência do envelhecimento natural do ser humano. Os primeiros sintomas manifestam-se normalmente por volta dos 40 a 45 anos, altura em que é aconselhável uma consulta ao oftalmologista.

Quais são as causas do estrabismo? Aprenda agora!

Por definição, o estrabismo é uma disfunção que resulta na perda de paralelismo entre os olhos. Dependendo dos casos, o desvio pode ser leve ou acentuado. Além de ser um problema na visão, o estrabismo tem implicações psicológicas, uma vez que afeta a aparência do doente. Descubra neste post as causas do estrabismo.

Estrabismo em crianças: tudo o que precisa de saber

Normalmente descrito como a perda do paralelismo entre os olhos, o estrabismo resulta de um desequilíbrio na coordenação dos músculos oculares que são incapazes de coordenar em simultâneo a deslocação de ambos os olhos. No estrabismo em crianças, é importante que os pais estejam atentos para identificar os primeiros sintomas e fazer o correto acompanhamento junto de um oftalmologista especializado.